quinta-feira, 23 de abril de 2009

De pequenino...

No primeiro programa da nova temporada do Querido Mudei a Casa, na SicMulher, um vendedor de electrodomésticos definia um monitor para computador e televisão como “o paraíso para qualquer criança ou adolescente”.
Para mim, o paraíso era a produção do programa ir lá a casa, enchê-la de estantes anti-pó, cheias de todos os livros que estão nas nossas listas de desejos e de compras!
Livros para nós, adultos, e para eles, crianças, se faz favor!
Dos livros em esponja, plastificados, com uma única imagem aos com 200 páginas, cheias de letras e sem bonecos. Esta será a evolução natural dos nossos filhos como leitores. Por isso, o Dia Mundial do Livro é uma ocasião tão boa como qualquer outra para oferecer um livro aos mais pequenos e para partilhar com eles a leitura.

BW

Sem comentários:

Publicar um comentário