quarta-feira, 16 de junho de 2010

Os exames nacionais e a terminologia linguística

Fazendo um balanço dos dois exames de hoje no que diz respeito à terminologia linguística, creio que a prudência continua a ser a palavra de ordem. Perguntas pouco comprometedoras e que recuperam conceitos que não sofreram mudanças conceptuais (como seria o caso de conceitos de áreas como a morfologia ou classes de palavras).
Do exame do 9º ano recupero o exemplo que diz respeito a uma alteração pacífica: o conceito aposto corresponde no Dicionário Terminológico ao modificador apositivo. Trata-se de uma mudança directa na nomenclatura. Deste modo, basta aceitar duas designações para que não haja qualquer tipo de dificuldade ou problema.
Quanto ao exame do 12º ano, os conceitos presentes correspondem aos do programa e surgem de forma “suave”, por vezes, implícitos às afirmações.

Ana Soares

2 comentários:

  1. Boa noite,

    Há alguma previsão de quando estão disponíveis as notas?

    ResponderEliminar