segunda-feira, 22 de março de 2010

São iguais em qualquer parte do mundo

Mais de oito horas de avião deram para ver três filmes, dariam para ler um livro que não trouxe devido ao seu peso, dariam para escrever centenas de "posts" mais inspirados do que este, escrito às três da manhã de Lisboa, depois de um dia que começou às seis, mas aqui vai:
O filme com a Sandra Bullock, The Blind Side, é baseado numa história real e é bom, óptimo para ver em família num domingo à tarde! Bom para os professores ganharem outra sensibilidade para os alunos que são diferentes e a dar-lhes oportunidades.
Agora outra coisa que não tem nada a ver: duas adolescentes norte-americanas, viajaram até à Irlanda, onde passaram o St. Patricks Day, foram à procura das suas origens. Sentadas no avião, em filas diferentes, trocam SMS furiosamente. O capitão avisa: srs. passageiros, bá, blá, blá, desligar os telemóveis e outros aparelhos electrónicos. A hospedeira passa, o comissário também e pede para que desliguem o telemóvel. Fica parado, à espera de ver o dedo na tecla vermelha, obediente a jovem desliga. Assim que o comissário vira costas, o avião já a encaminhar-se na pista para descolar, o polegar volta a ganhar ritmo entre as teclas. A hospedeira passa para verificar se os cintos estão apertados e o telemóvel ligado desaparece na manga da sweat da miúda. Não estão a ver isto a acontecer numa sala de aula? Eu estou.
BW

Sem comentários:

Publicar um comentário