domingo, 2 de maio de 2010

Vamos ficar sozinhos?

Na parte de trás do carro, uma conversa filosófica entre ele de sete anos e ela de três.

Diz ela, quero casar com o pai.
Responde ele, não podes.
Porquê?
É adulto.
Então, caso contigo.
Não podes, eu vou escolher uma rapariga quando for crescido. Tu tens de escolher um rapaz.
Não pode ser o pai?
Não. Quando fores grande ele é velhinho e depois morre.

Silêncio.

Ela pergunta, eles vão morrer?
Sim, responde ele.
Porquê?
Com naturalidade e calma, diz: Porque ficam velhinhos e depois o mundo ficava com muita gente.
E nós ficamos sozinhos?, pergunta ela.
Não, depois tens a tua família.

Nós, na parte da frente do carro, de lágrima no canto do olho.

Ana Soares

3 comentários:

  1. Como a vida e' simples aos olhos dos pequenos!!! E tudo faz sentido!
    Beijo grande!

    ResponderEliminar
  2. E no final dá vontade de apertá-los muito, muito e dizer-lhes que não nos queremos ir embora, que queremos ficar com eles para sempre e que só vamos morrer aos 120 anos quando eles próprios já tiverem idade para morrer! BW (Ela é tão inteligente! Ele também, mas tem a vantagem de ter mais quatro anos e ter tido umas aulas de filosofia!)

    ResponderEliminar