segunda-feira, 16 de setembro de 2013

No regresso à escola

"(...) ao mesmo tempo que acarinhamos o ensino obrigatório (e o modo como ele transformou o mundo, de dentro para fora das salas de aula), não devíamos assumir que o mais importante na vida de uma criança não é a escola (e, muito menos 'esta' escola)? Que mais escola não é, obrigatoriamente, mais vida e mais sabedoria? E que a escola da vida é tão importante como a ...escola?

Eduardo Sá, Expresso, 14.09.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário